Você está aqui: Blog Interno
-
   
Enviado em 01/02/2018 às 10h38min
 
 
Em nome dos pais

Daniela Martins

A roda da vida gira e a relação de pais e filhos se inverte


Daniela Martins
Especial de Anápolis

– Se eu amava meu pai? Não, não… Mesmo assim cuidei dele.

A declaração é forte. Mais forte ainda é a história que se segue na conversa com Paulo Roberto Carvalho Reis, o Paulinho, 48 anos. Sujeito tranquilo, doce até, sabe ser bem pragmático quando a situação pede. “A gente se suportava, digamos assim, não tinha uma amizade. Não tinha conflitos, mas era uma relação morna”. Sintetiza a conexão com o pai, seu Dilton, ao longo de mais de quatro décadas.

Filha de libanês nascida no Acre, Xeriff Carvalho já era uma balzaquiana quase chegando aos 40 quando casou-se com Dilton de Araújo Goes Reis, um militar recém-aposentado escolhido por ela por ser brasileiro. Xeriff, a mais velha de três irmãs, não queria saber de se alinhar com libaneses por conta da religião [é comum os libaneses, de maioria muçulmana e drusos, se casarem entre si]. Católica que só ela, Xeriff esperava um pretendente tupiniquim e cristão. Apareceu um baiano. Casamento feito no cartório, na igreja, um ano depois nasceu Paulinho.

“Meu marido queria filha mulher. A parteira disse que só ia vim homem, quatro homens, aí ele não quis mais saber de filho”, garante Xeriff, hoje com 87 anos, em uma de suas muitas histórias. É a deixa para reclamar, dizer da falta que faz ter mais gente em casa. Ela mora com Paulo, o vira-lata Dorly e o gato Balin. O filho se mudou para Anápolis há dois anos, quando a mãe começou a ter episódios de esquecimento, pouco antes do diagnóstico de Alzheimer, que veio em agosto de 2016. Todo dia, ele vai-e-vem, por que trabalha em Goiânia. Rotineiramente aproveita finais de semanas e feriados para ir a Brasília, ver a namorada, a advogada e servidora pública Patrícia Nogueira.

Sobre a ausência de irmãos, Paulo é sucinto. “Meu pai queria minha mãe só pra ele, filho gerava concorrência”. Pelo sim, pelo não, fato é que Dilton deu um jeito de mandar o adolescente, de 14 anos, para longe. Escreveu para a cunhada, bem de vida financeiramente, dizendo que Paulinho estava “se envolvendo com más companhias”. A tia apareceu em Anápolis, sem mais nem menos, e convidou o sobrinho para morar em Brasília. Paulinho foi. Retornou no ano seguinte. “Depois descobrimos essa carta, que me marcou muito. Não se espera isso de um pai, articular dessa forma para você se afastar.”

No fim da vida, o recomeço da relação

Em 2012, o câncer de próstata em estágio avançado alcançou a medula espinhal e deixou Dilton paralítico aos 94 anos. Policial na Capital Federal, Dilton morava com Xeriff em Anápolis desde 1980, já aposentado. Naquela manhã havia ido ao banco caminhando. Teve de voltar para casa de táxi, carregado pelo motorista, um velho amigo, até a sua cama. Dali não saiu mais sozinho.

Recomeçava a história de Paulo e Dilton. Foram meses de cuidados intensos e dedicação quase que exclusiva. “A gente ficou muito próximo, teve muito contato físico mesmo. Eu dava banho, virava na cama, pegava no colo…”, relembra o filho.

Leia essa matéria na íntegra no site do Tribuna do Planalto



 
Fonte/Autoria: Daniela Martins • Tribuna do Planalto

 
Enviado em 26/01/2018 às 11h20min
 
 
Melhores lugares para silenciar a mente e meditar em Goiânia

Internet




Uma prática que, através de um conjunto de técnicas, buscando foco e atenção. Sua origem é remota, vinda dos orientais, especialmente do yoga e budismo. Pode ser definida de diversas maneiras, como: focar em único objeto; abertura mental; nirvana; contemplação da realidade; desenvolvimento de qualidades mentais; pensamento sustentado.

A meditação ajuda a melhorar o raciocínio e a memória, além de aumentar a concentração e o foco. Também colabora para a diminuição da angústia e depressão, assim como ajuda a eliminar a insegurança. É um exercício que ativa a capacidade produtiva, lucidez e serenidade.

O ARCANO

Endereço: Rua 1026, nº 112, Setor Pedro Ludovico, Goiânia - GO

Telefone: (62) 3922-1213


UNIPAZ GOIÁS

Endereço: Rua 118, nº 179, Setor Sul, Goiânia - GO

Telefone: (62) 3941-5556

Horário: Toda segunda-feira | às 20h

Valor: gratuito


CÍRCULO DE MEDIÇÃO DE GOIÂNIA FILIADO À SELF-REALIZATION FELLOWSHIP

Endereço: Rua 4, nº 515, Edifício Parthenon Center, 10º andar, sala 1019, Setor Central, Goiânia - GO

Telefone: (62) 3281-8357

Horário: Todo domingo | às 9h

Valor: gratuito


SATORI TERAPIAS E CURSOS

Endereço: Rua 118, Qd. 37, Lt. 20 e 22, Setor Sul, Goiânia - GO

Telefone: (62) 3624-2568

Horário: Todas quarta-feira | às 20h

Valor: R$10, destinado a manutenção do lugar


GRUPO CHAGDUD CONPA GOIÂNIA

Endereço: Rua 1.112, nº 380, Setor Serrinha, Goiânia - GO

Telefone: (62) 8118 4881

Horário: Todo sábado | às 10h

Valor: gratuito


DHYANA - YOGA & SPA

Endereço: Rua 1.128, nº527, Setor Marista, Goiânia - GO

Telefone: (62)3942-4096 | 3241-4096

Horário: Toda quarta-feira | às 7 horas

Valor: gratuito


TAUGYN - CENTRO HOLÍSTICO

Endereço: Rua 114, nº135, Setor Sul, Goiânia - GO

Telefone: (62)9322-3366

Horário: Toda terça-feira | às 19h30

Valor: gratuito


ESPAÇO VIVA - SAÚDE INTEGRA

Endereço: Rua 83-D, nº 49, Setor Sul, GOiânia - GO

Telefone: (62) 3218-2214

Horário: Toda segunda-feira | às 19h45

Valor: gratuito


SAHAJA YOGA

Endereço: Rua 5, nº 691, sala 1, Setor Central (entre a Rua 23 e a Av. Tocantins, próximo ao Hospital Santa Catarina)

Telefone: (62) 9.8436-7785 / 9.8131-7794

Horário: Toda terça-feira, às 19h | Todo sábado, às 10h

Valor: gratuito

 

PHARMACIA THERAPEUTICA

Endereço: Rua 83, nº 206, Setor Sul, Goiânia - GO

Telefone: (62) 3216-6400

Horário: Toda quinta-feira, |às 19h

Valor: gratuito


 
Fonte/Autoria: Guia Curta Mais

 
Enviado em 19/01/2018 às 15h21min
 
 
Cinco prioridades para o planejamento financeiro de 2018

Internet

Para reduzir os gastos, analise suas despesas mensais


O Banco Central divulgou, semana passada, uma pesquisa que mostra que 69% dos brasileiros afirmaram não ter guardado nenhuma parte de sua renda no ano anterior ao das entrevistas, que foram feitas em 2015. Não muito diferente, 56% afirmaram não fazer orçamento doméstico ou familiar, quer dizer, não se planejam, não sabem quanto ganham ou quanto gastam.

Entra ano e sai ano, e o que se constata no País é que não sabemos lidar bem com o dinheiro. Mas numa economia que atravessou anos duros de recessão, a renda ficou mais curta, o desemprego bateu recordes, é uma questão não só de conforto em relação às finanças, mas de sobrevivência.

Não precisa ser nada muito complicado, mas é fundamental saber quanto entra e quanto sai do seu bolso. Ter a consciência do que é prioridade nos gastos e o que pode ser adiado ou deixado de lado. Não há outros caminhos nem milagres para se alcançar o equilíbrio financeiro para depois começar a poupar, formar reservas financeiras, atingir objetivos, como a compra de um imóvel, ter o próprio negócio, fazer uma viagem.

Para reduzir os gastos, analise suas despesas mensais e veja quais são fundamentais e o que dá para cortar ou reduzir para o mês seguinte. Privilegie o que for indispensável, pesquise preços, negocie descontos e prefira escolhas que tenham a melhor relação entre custo e benefício.

Se você contribui para a previdência social (INSS), já paga por uma aposentadoria. Avalie se o valor do INSS será suficiente para proporcionar o nível de qualidade de vida que você deseja ter. Caso não seja, vale a pena pensar em uma reserva complementar. Planos de previdência são uma opção indicada, porque representam uma forma simples e eficiente de cuidar da aposentadoria, além de poder gerar benefícios fiscais.


 
Fonte/Autoria: O liberal

 
Enviado em 08/01/2018 às 09h22min
 
 
Como poupar em 2018




 
Fonte/Autoria: O Popular

 
Enviado em 01/01/2018 às 13h42min
 
 
• NATAL
Campanha solidária da Affego continua até 15 de janeiro. Faça sua doação!

Alexandro Lima

Campanha que visa ajudar aos mais carentes começa a partir de amanhã as arrecadações


O clima natalino já está no ar! As casas começam a ser decoradas com luzes e árvores de natal, trazendo aquele sentimento de renovação. Além disso surgem também várias oportunidades de demonstrar esse afeto que é típico do Natal: ajudando a quem mais precisa.
A Affego traz neste ano uma campanha que envolverá a todos! Affegueanos e colaboradores da associação terão uma grande tarefa: fazer um natal mais feliz para crianças, idosos e adultos em situação de carência amparados por instituições filantrópicas de Goiânia. A campanha conhecida como Natal Fraterno, promovida todos os anos com o objetivo de ajudar aquelas pessoas que passam por dificuldades, foi renovada para alcançar ainda mais famílias e organizações que se preocupam com o bem ao próximo.
E a campanha já tem data para começar: a partir do dia 1º de dezembro você já pode preparar as suas doações!

Mas como posso ajudar?


É simples! Roupas que já não servem mais e em bom estado de conservação (sem furos e rasgos) com certeza alegrarão muitas pessoas. Para crianças, jovens e adultos são bem-vindas;
Aqueles sapatos, tênis, sandálias que enchem as sapateiras e você não usa mais, também têm destino certo;
Brinquedos novos ou usados que estejam em boas condições de uso, trarão sorrisos sinceros de crianças que terão com o que brincar;
Cestas básicas, alimentos em geral farão a ceia de natal ainda mais alegre para o próximo que não tem condições financeiras;

Qual o verdadeiro sentido do Natal?

Época marcada pelo nascimento de Jesus, o Natal é o momento em que podemos refletir sobre a vida e sobre de que maneira podemos nos melhorar intimamente. Durante esta época nossos corações estão abertos a novas experiências e uma delas é a caridade. Oferecer um abraço amigo muitas vezes vale mais que uma roupa nova, um brinquedo. Demonstrar nosso afeto com as pessoas ao nosso redor é um bem valiosíssimo que ao passar dos tempos parece estar caindo em esquecimento.

Então, para que possamos garantir um Natal mais feliz para nosso próximo esta é uma oportunidade que não pode passar batido. Abra seu coração e doe! Vamos passar adiante este sentimento fraterno, ajudando!

No final da campanha Natal Fraterno, em 15 de janeiro, a Affego vai oferecer um café da manhã especial para comemorar as doações recebidas e homenagear os maiores doadores. Então anote em sua agenda: do dia 1º de dezembro até dia 15 de janeiro você pode trazer sua doação até a Affego e entregar no departamento de RH da associação.

Vamos fazer deste final de ano o melhor para todos, ajudar é um ato de se ajudar também!


 
Fonte/Autoria: Thaíla Queiroga • ASCOM Affego

 
Enviado em 29/12/2017 às 10h48min
 
 
Mensagem de final de ano da Affego





Final de ano é tempo de reflexão, tempo de retrospectiva de mais um ano que se finda, de fazermos um check-list dos objetivos alcançados, das perdas e ganhos, das alegrias compartilhadas e de tantos outros sonhos a ser conquistados. Tempo de parar e agradecer todas as dádivas recebidas. É hora de relembrar todos os momentos felizes e tão singelos que nos fazem repensar a respeito da vida. Momentos estes que não voltam, pois a vida segue sempre em frente, sem replay, e é por isso que ela deve ser muito bem aproveitada. Nessa época, podemos nos lembrar que não somos indivíduos que sobrevivem isolados: a necessidade do convívio social é o que nos faz sobreviver. Trocar sorrisos, abraços, um simples bom dia, mesmo em dias nublados ou fechados, é saber viver plenamente e sempre em frente! As festividades nos convidam para celebrar a união em família, para cultivar o amor ao próximo, sermos mais sensíveis com as dificuldades alheias. É uma chance de dedicar esse momento único aos que nos rodeiam e àqueles que estão lá fora. É época de renovação, e temos essa oportunidade todos os anos! Que possamos cada vez mais nos avaliar intimamente, melhorando nossas imperfeições gradualmente sem pressa. Neste sentimento de alegria e fraternidade, nós da Affego desejamos um 2018 repleto de boas vibrações, equilíbrio e novas conquistas a todos vocês! Que neste novo ano consigamos nos aproximar cada vez mais de cada colega affegueano, ouvindo suas necessidades para que elas sejam sanadas, oferecendo um atendimento ainda mais excepcional, tornando a Affego a extensão do lar de cada um. 2018 será um ano de melhorias em todos os aspectos em nossa associação, que busca inovar constantemente para levar o conforto e tranquilidade para todos os affegueanos. Que possamos em mais um ano estar juntos nesta caminhada de luta pelos objetivos e direitos da nossa classe! Um próspero Ano Novo a todos!


 
Fonte/Autoria: Thaíla Queiroga - Estagiária da ASCOM

 
Enviado em 29/12/2017 às 10h20min
 
 
• RÉVEILLON
Affego funciona até as 12 horas nesta sexta, 29 de dezembro





A Affego funcionará em horário especial nesta sexta-feira, 29, véspera de Réveillon, com expediente até as 12 horas. Na segunda-feira, 1º de Janeiro, não haverá expediente, mas as atividades retornam à normalidade na terça-feira, 2. Desejamos a todos um Feliz Ano Novo, cheio de paz e prosperidade!


 
Fonte/Autoria: ASCOM

 
 

EXTRA, EXTRA: A ASSOCIAÇÃO FECHARÁ ÀS 16H30 HOJE

Horário de funcionamento da Affego no Natal

Sexta-feira é dia de feirinha na Affego!

Festa dos colaboradores da Affego foi só alegria!

Não fique de fora! Confirme sua presença na confraternização de final de ano

Sicoob oferece TV 32 polegadas para sorteio na confraternização dos colaboradores da Affego

Mais foco: 7 exercícios para melhorar sua concentração


AFFEGO - Associação dos Funcionários do Fisco do Estado de Goiás
Rua Henrique Silva, Nº 312, Setor Sul, CEP 74.083-020 - Goiânia (GO) - Fone: 3218-5051