Você está aqui: Blog do Conselho de Administração da Affego
-
   
Enviado em 22/02/2016 às 12h43min
 
 
Conselho de Administração aprova 2 projetos para o Clube Campestre

*Faça seu comentário:
 
*Nome:
 
*Email:
 
Telefone:
 
 
Atenção! Seu comentário será enviado para a assessoria de imprensa da Affego antes da liberação.

 
Alana Sales

Projetos Master Plan e Ambiental foram defendidos pelo conselheiro Orismar Parreira Costa, que também atua no GT-CCA

O engenheiro Eliezer Penna, especialista na área ambiental, falou sobre a necessidade do projeto
O Clube Campestre da Affego em Trindade foi o tema central da última reunião ordinária do Conselho de Administração da Affego, realizada no sábado, 20. Dois projetos envolvendo o futuro da área de lazer foram debatidos e aprovados unanimemente pelo colegiado: o Master Plan, plano macro com propostas para revitalização de todo o Clube; e um Projeto Ambiental, que aponta situações a serem regularizadas na área verde do CCA antes de qualquer empreendimento.

O conselheiro Orismar Parreira Costa, membro do Grupo de Trabalho do Clube Campestre, apresentou os projetos aos colegas a pedido do presidente Joaquim Dilton de Moura Ornelas. As propostas já haviam sido anteriormente encaminhadas à Diretoria Executiva. Após avaliá-las, a Diretoria decidiu consultar também a opinião do Conselho. “O presidente Dilton recebeu estas duas proposituras, mas como é de praxe em sua administração compartilhar as responsabilidades com o Conselho de Administração, trazemos ambos às mãos dos colegas para que os avaliem”, pontuou Orismar.

No intuito de expor a necessidade dos projetos, ele convidou à reunião o engenheiro Eliezer Penna, autor do Projeto Ambiental e especialista na área. “Qualquer área que possui recursos hídricos precisa de outorga para utilizá-los, e este é o caso do Clube Campestre. Sem a outorga, há risco de incorrer contra lei federal. Além disso, é preciso fazer levantamento florístico da área verde do CCA, e efetuar a proteção das nascentes com cercamentos, entre outras medidas exigidas legalmente”, destacou Penna.

O Master Plan, por outro lado, irá avaliar todo o potencial de negócios envolvendo a área de lazer.. “O Master Plan tem quatro grandes propostas para o CCA. Sugere e modernização e revitalização do Clube Campestre com a renda adquirida por meio da construção de prédios residenciais no local; construção de uma pista de cooper, e o estudo da viabilidade econômica do empreendimento, tudo por conta do arquiteto e urbanista Ricardo Evangelista.”, informou Orismar.

Mina de Ouro

Um consenso reconhecido pelos conselheiros foi o grande potencial turístico adquirido pelo CCA graças à expansão da fé em Trindade. Considerado como “Capital da Fé”, o município cresceu vertiginosamente com a Romaria do Divino Pai Eterno, que atrai milhares de romeiros de diversas regiões do País todo ano. Além disso, a edificação da Basílica do Divino Pai Eterno, a maior construção católica fora do Vaticano, ampliará ainda mais as necessidades de áreas de lazer para atender demandas turísticas da cidade.

“De todas as saídas viáveis para o Clube, a única que está totalmente descartada para o Grupo de Trabalho é a venda do CCA”, destacou Orismar Parreira. “Trindade agora é alvo de empreiteiras para construção de condomínios residenciais, e recebe um alto número de turistas anualmente. O potencial turístico e de lazer do Clube é algo único ali. Nós temos uma verdadeira mina de ouro e não sabíamos.”, finalizou o conselheiro.

Os demais colegas do CA endossaram o coro e rechaçaram a possibilidade de venda. Eles aproveitaram para elogiar o trabalho do GT-CCA, reconhecendo a presença de José Machado, membro do Grupo que também participou da reunião, e de Orismar Parreira Costa, pela atuação ímpar junto à área de lazer.

“Vocês fizeram um trabalho importantíssimo e nos trouxeram resultados bastante positivos. A necessidade destes projetos é evidente, e não perderemos um patrimônio tão importante como CCA. Estou com as sugestões do GT e creio que o Master Plan e o Projeto Ambiental darão início a uma nova era para o Clube”, ressaltou José Segurado, presidente do CA. O colegiado aprovou as propostas por unanimidade.

Outros assuntos

Além do CCA, o Affego-Saúde e o Hotel Termas Caldas Affego também estiveram na pauta do Conselho de Administração. A contadora Vera Godoi explanou aos conselheiros que a documentação contábil exigida pela Agência Nacional de Saúde (ANS) para concessão do registro definitivo do plano já foi enviada. “A Affego também já está indo atrás dos prestadores que não vieram receber nos últimos anos para que o façam. O objetivo é diminuir cada vez mais o valor da conta vinculada exigida pela Agência para este tipo de pagamento”, pontuou Vera.

Quanto ao TCA, foi aprovado o relatório enviado pelo conselheiro João Rafael Sobrinho, do Conselho Auxiliar de Gestão do TCA, com a avaliação do colegiado sobre a atuação da Soma Empreendimentos desde julho de 2015. O documento também foi aprovado pelo CA.

Confira o relatório na íntegra CLICANDO AQUI

A próxima reunião do Conselho de Administração ocorrerá em 12 de março.



 
Fonte/Autoria: Alana Sales • Assessoria em Comunicação Affego

 
 

Conselho de Administração aprova 2 projetos para o Clube Campestre

CA aprova mudanças no Regulamento do Affego-Saúde

CA elege nova mesa diretora em primeira reunião do ano

CA avalia parceria com plano odontológico Metlife

7 verdades para fazer seu cérebro trabalhar melhor para você

Mensagens trazidas pelo conselheiro Orismar Parreira

CA avalia parceria com Gold Corretora em última reunião


AFFEGO - Associação dos Funcionários do Fisco do Estado de Goiás
Rua Henrique Silva, Nº 312, Setor Sul, CEP 74.083-020 - Goiânia (GO) - Fone: 3218-5051