Você está aqui: Blog dos Conselhos da Affego
-
   
Enviado em 08/05/2018 às 10h40min
 
 
Comissão Especial sugere ao Conselho de Administração medidas protetivas em prol do Affego-Saúde

Alana Sales

Mesa cheia e debate extenso na pauta: apresentação do relatório levou toda manhã


O Conselho de Administração da Affego e o presidente Wilmar Nunes Pinheiro reuniram-se na manhã da última quinta-feira, 26, com os membros da Comissão Especial do Affego-Saúde, instituída pela Portaria nº 09/2017 – PRES para apurar possíveis irregularidades no âmbito do plano.

Estava em pauta a apresentação e apreciação do relatório elaborado pela Comissão, que fez a análise dos procedimentos contábeis e financeiros do plano, investigando falhas processuais e sugerindo medidas no intuito de incrementar a segurança desses processos internos.

José de Arimatéa da Silva, João Batista de Oliveira, João Arlindo do Prado Gusmão e Osvander Cardoso Teixeira, membros da Comissão, apresentaram o extenso relatório, elaborado a partir de dados fornecidos pelos departamentos de Controladoria e Contabilidade da associação.

O auditor fiscal José de Arimatéa iniciou a explanação traçando uma retrospectiva do início dos trabalhos, promovidos pela atual Diretoria Executiva a partir da implantação da Controladoria, com o objetivo de mapear os procedimentos financeiros da associação e do plano de saúde, e identificar, assim, eventuais irregularidades.

A partir do momento em que começou a atuar, a Controladoria, de fato, rapidamente constatou fluxos falhos nesses processos, entregando à Comissão um material que embasou a investigação dos procedimentos. Deu-se um longo trabalho investigativo por parte do grupo, que não apenas analisou documentos e comparou dados, mas reuniu-se com auditores, realizou entrevistas com colaboradores e com representantes dos bancos nos quais a Affego possui conta em busca de respostas sobre como ocorriam e operavam tais furos.