• Blog da Affego
busque no blog
19214 notícias
Giro: PEC do Teto gera desconforto em deputados
#AmeJonatas, uma campanha pela vida
Fisco flagra mercadoria sem nota no posto JK
Assembleia define luta pelo reenquadramento e lança campanha salarial
Manchetes dos jornais locais nesta terça-feira
Affegueanos lotam o TCA em primeira excursão do ano
Febrafite manifesta-se sobre a retirada dos servidores estaduais da PEC 287/2016



Enviado em 28/03/2017 às 11h16min
 
 
Giro: PEC do Teto gera desconforto em deputados

Atualização

Deputados estaduais da base reclamam que o governo estadual só conversou com eles sobre a PEC do teto de gastos no ano passado. Desconfortáveis, principalmente com a pressão de servidores, querem debater a real necessidade da proposta no contexto atual, em um momento em que o Palácio das Esmeraldas adota um discurso de superação da crise.

 
Fonte/Autoria: O Popular

 
Enviado em 28/03/2017 às 11h16min
 
 
#AmeJonatas, uma campanha pela vida

Internet

Que esses olhinhos ainda brilhem por muito tempo!


Uma campanha na internet para salvar a vida do garotinho Jonatas Henrique Openkoski, de apenas oito meses, está mobilizando todo o Brasil. Jonatas tem uma doença rara, a Atrofia Muscular Espinhal (AME), síndrome que faz o portador perder os movimentos do corpo.

No fim de 2016, um medicamento chamado Spinraza foi aprovado nos Estados Unidos com resultados significativos de melhora nas funções motoras. Mas apenas a primeira parte do tratamento com a medicação custa R$ 3 milhões. Para recebê-lo, Jonatas ainda precisaria ser transportado em um avião UTI para os Estados Unidos e passar um ano em tratamento no exterior – realidade muito acima das condições da família.

Mas os pais do menino não se conformaram com a situação e lançaram a campanha AME Jonatas no Facebook, pedindo ajuda dos brasileiros em forma de doações para bancar o tratamento do garotinho lá fora. Vários famosos como Ana Hickman, Daniele Winitz, Bruno Gissoni e André Gonçalves já aderiram à ação, e fizeram sua parte doando e divulgando a campanha de arrecadação para Jonatas.

Aqui na Affego, a colaboradora Letícia, do departamento de Cobrança, trouxe a imagem do pequeno Jonatas e espalhou a corrente do bem dentro da Associação. Deixamos abaixo o link para que você acesse as páginas da Ame Jonatas no facebook e saiba mais da história tocante do menino que precisa tanto da sua ajuda. Colocamos também os dados das contas para depósito, que pode ser feito em qualquer valor.

Faça parte dessa corrente do bem e ajude Jonatas a ter uma vida cheia de movimento. Não importa o valor da doação, e sim a nossa intenção de levar felicidade ao garotinho e a toda sua família!

Ame Jonatas - Facebook

Doação em dinheiro

Caixa Econômica Federal
Conta 390265
Agência 1637
Operação 013
CPF 131.457.269-51

Banco do Brasil
Conta 210616-7
Agência 2981-5
Variação 51
CPF: 131.457.269-1

Itaú
Conta Corrente 18746-2
Agência 8413
CPF: 131.457.269-1

 
Fonte/Autoria: ASCOM

 
Enviado em 28/03/2017 às 11h15min
 
 
Fisco flagra mercadoria sem nota no posto JK

Auditores da Delegacia Regional de Itumbiara flagraram, em situação fiscal irregular, mais de 700 toneladas de milho, 27,5 toneladas de sucata, confecções, PVC e mercadorias diversas no posto JK em operações realizadas na semana passada. Entre imposto e multa, foram recolhidos R$ 145.657,02, já deduzido o desconto para pagamento à vista dos autos de infração.

Entre as irregularidades, o supervisor Antônio José de Lima Fontes detalha que mercadorias foram autuadas por falhas nas notas emitidas por outros Estados, como peso da carga diferente do apontado, e trânsito sem qualquer documento fiscal. “No caso dos grãos, por exemplo, a nota informava que a carga era originária do Mato Grosso com destino à São Paulo, quando na realidade tinha sido carregada em Goiás”, explica Antônio de Lima.

As operações foram intensificadas entre 20 a 24 de março e devem continuar nessa semana.  O JK, na divisa de Goiás com Minas Gerais, é o posto fiscal de mais importante do Estado.

 
Fonte/Autoria: Comunicação Setorial • Sefaz

 
Enviado em 28/03/2017 às 10h59min
 
 
Assembleia define luta pelo reenquadramento e lança campanha salarial

Cristiano Leobas




O Sindifisco definiu os rumos que a categoria deve tomar nos próximos meses em duas assembleias realizadas na tarde desta quinta-feira. Com a participação de 110 associados, a primeira foi convocada para encerrar a Assembleia Geral Permanente que tratou da não implementação do reajuste previsto para parte dos inativos e pensionistas do Fisco com direito à paridade. Relembrando o caso, houve uma manobra do governo estadual que aumentou ou criou a parcela complementar nos proventos dos inativos e pensionistas a partir de setembro de 2016, concomitante a uma redução do subsídio na mesma proporção.

A solução da questão está bem encaminhada. Recentemente, a Justiça concedeu um mandado de segurança favorável ao Sindifisco, obrigando o Estado a reparar a ilegalidade manifestada na exclusão dos aposentados e pensionistas do Fisco que recebem proventos proporcionais do reajuste de 7% concedido à categoria na folha de novembro de 2016. A Procuradoria Geral do Estado (PGE) recorreu da decisão na tarde de ontem, o que não chega a ser um problema já que isso é uma praxe no Estado. Ademais, há a expectativa de que o órgão faça, posteriormente, um parecer alinhado com as expectativas do Fisco nesta questão.

Após os breves informes, a Assembleia Geral Permanente foi encerrada por unanimidade, sendo seguida da abertura de uma nova Assembleia Geral Extraordinária para tratar da questão do reenquadramento dos aposentados e pensionistas com paridade, da definição de formas de luta e do lançamento da campanha salarial da categoria fiscal. O presidente do sindicato, Paulo Sérgio dos Santos Carmo, iniciou a nova discussão, informando a categoria como anda a negociação para garantir a equiparação dos inativos.

Segundo ele, um requerimento foi encaminhado à Administração no início de fevereiro no qual evidencia que estão satisfeitas as condições necessárias ao reposicionamento dos inativos, com o incremento da receita corrente líquida nos últimos meses. Na tarde de ontem, este requerimento foi submetido à apreciação pela Junta de Programação Orçamentária e Financeira (Jupof), que aprovou o reenquadramento dos aposentados. Agora, o Sindifisco vai monitorar a efetivação da equiparação na folha de pagamentos. Paulo Sérgio ainda destacou que o sindicato será fiel ao que foi prometido em campanha. “Vamos negociar o que é de direito nosso”, destacou.

         A assembleia também foi o espaço ideal para o lançamento a campanha salarial 2017, que busca a recomposição dos salários da categoria em 18,58%, índice que minimiza as perdas inflacionárias nos últimos anos. O assunto será discutido com a categoria, buscando a sua mobilização para a conquista deste direito. Passada a fase de deliberações, foi apresentada a proposta em defesa do reenquadramento dos aposentados, com a transformação em Assembleia Permanente até que a conquista chegue aos contracheques deste segmento da categoria. Outra proposta foi o encaminhamento de comunicado à Administração a respeito da campanha salarial do Fisco, com a apresentação dos índices de recomposição aprovados em assembleia. As propostas foram aprovadas por unanimidade e a Assembleia foi encerrada.

 
Fonte/Autoria: Cristiano Leobas • Sindifisco GO

 
Enviado em 28/03/2017 às 10h54min
 
 
Manchetes dos jornais locais nesta terça-feira

O Popular:

Estado recria 800 cargos comissionados

Vagas reabertas representam 60% do corte feito em dezembro dentro do plano de austeridade anunciado pelo governo. Emenda foi apresentada sem divulgação, em projeto que tratava de outro tema.

Diário da Manhã:

Pirâmide financeira de seita religiosa

Mestre do Instituto de Inteligência Universal, Diego Morais atraía os alunos, homens de boa aparência, para o ritual considerado sagrado pelos participantes: o de purificação pelo sêmen divino. Ao descobrir uso de hipnose nos detalhes do ritual, mãe de um membro da seita denunciou o caso. 
 
Fonte/Autoria: Alana Sales • ASCOM

 
Enviado em 27/03/2017 às 13h41min
 
 
Affegueanos lotam o TCA em primeira excursão do ano

Alexandro Jack

Affegueanos tomaram o salão do TCA e caíram na dança durante o Baile da Saudade

Jantar especial foi servido na sexta e no sábado
Elas voltaram! As tradicionais excursões dos affegueanos ao Hotel Termas Caldas Affego entraram novamente para o calendário de eventos da Associação e, para começar em grande estilo, a primeira delas lotou o Hotel entre os dias 24 e 26 de março.

A começar pela noite de sexta, 24, quando um verdadeiro festival de apresentações de dança, música e poesia tomou conta do Hotel com uma série de apresentações dos próprios affegueanos. Foi a Noite Cultural, um momento em que os associados mostraram seus talentos aos colegas.

Lucy Afonso, que é membro do Coro Terapêutico do Affego-Saúde, surpreendeu a todos quando cantou as músicas Tocando em Frente, de Almir Sater, e Obras de Poeta, de Chitãozinho e Xororó, números pelos quais recebeu muitos aplausos. Quem também abrilhantou a noite foi Maria da Glória Ornelas, esposa do ex-presidente Joaquim Dilton. Glorinha recitou seu poema Estrela do Mar, arrancando aplausos efusivos dos presentes. Até mesmo os colaboradores da Affego entraram no clima, e o designer Alexandro Lima, o Jack, fez um show e stand up e arrancou risadas dos affegueanos com o hit Jackie Tequila, cantado ao lado de Bigode dos Teclados.

Ao final das apresentações, a organizadora do evento, Maria do Socorro, coordenadora do departamento de Eventos da Affego, sorteou vários brindes oferecidos pelo presidente do Sindifisco, Paulo Sérgio do Carmo. Depois disso, os affegueanos caíram na dança e movimentaram o salão até 1h30 da manhã de sábado, ânimo que surpreendeu quem ia pela primeira vez ao hotel. É o caso do casal de delegados de polícia civil Carlos Fernandes de Araújo e Gisely Fernandes Marinho, ambos aposentados, que se encantaram com o clima amistoso e o excelente atendimento da lanchonete do TCA, que agora conta com uma equipe atenciosa e competente.

Maria do Socorro também agradeceu o apoio da colega Maria Inês, do departamento de Reservas, pela ajuda irrestrita na organização do evento.

Affegueanos lembraram a jovem guarda em Baile da Saudade

O clima festivo continuou a todo vapor no sábado. Foi um dia para aproveitar as piscinas termais do Hotel e, à noite, curtir o esperado Baile da Saudade. E a saudade foi de que? Dos bons tempos da jovem guarda, dos bailes que movimentaram a juventude dos aposentados e pensionistas que marcaram presença na excursão e caíram na dança durante os dois dias de festa no Hotel.

Eles foram surpreendidos pela decoração caprichada de sábado, que saudou os tempos da jovem guarda, com vinis fixados nas paredes, iluminação colorida e festiva em contraste com o preto e branco do forro de mesas, com delicados arranjos de flores.

A noite começou com a música ao vivo do cantor Bigode dos Teclados, que preparou um repertório inspirado com direito a clássicos como New York, New York de Frank Sinatra. Após o jantar iniciou-se dança no salão, e só foi parar altas horas da madrugada. O casal de bailarinos Divina e Pedro, que são mãe e filho, foram os grandes bailarinos da noite, exibindo um entrosamento invejável e uma performance de altíssimo nível!

Domingo foi a despedida do Hotel, e todos voltaram a Goiânia com mais saudades na mala e a certeza de terem vivido mais um encontro para ficar na memória!

 
Fonte/Autoria: Alana Sales • ASCOM

 
Enviado em 24/03/2017 às 09h52min
 
 
Febrafite manifesta-se sobre a retirada dos servidores estaduais da PEC 287/2016


Febrafite manifesta-se sobre a retirada dos servidores


A Febrafite emitiu nesta quarta-feira, dia 22, nota pública manifestando-se sobre a retirada dos servidores dos estados e municípios da reforma da Previdência, prevista na Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 287/2016.

Para a Federação, apesar de restringir os efeitos da reforma aos servidores federais, a proposta continuará prejudicando milhões de trabalhadores brasileiros na medida que restringe o acesso à aposentaria.

Confira abaixo:

NÃO À PEC 287/16 – EM DEFESA DA PREVIDÊNCIA

A Federação Brasileira de Associações de Fiscais de Tributos Estaduais – FEBRAFITE, entidade que congrega mais de trinta mil servidores do Fisco estadual brasileiro em todo país, vem a público posicionar-se sobre o anúncio feito pelo presidente da República, na noite desta terça-feira, dia 21, de restringir os efeitos da PEC 287/16 aos servidores federais.

Apesar da retirada dos servidores estaduais e municipais da proposta, esta Federação entende que a PEC 287, se aprovada como está, continuará prejudicando milhões de trabalhadores brasileiros, da iniciativa privada e os servidores federais, na medida que restringe o acesso à aposentaria.

Para a FEBRAFITE a PEC 287 representa a subtração permanente de direitos sociais, só interessa ao capital financeiro, além de jogar o custo de políticas públicas erradas para o trabalhador, dentre outras injustiças previstas como a equiparação de regimes previdenciários distintos e da idade entre homens e mulheres para 65 anos.

A solução para a Previdência é possível por meio do COMBATE EFICAZ da SONEGAÇÃO FISCAL NO PAÍS; do PAGAMENTO das DÍVIDAS PREVIDENCIÁRIAS, ESPECIALMENTE das GRANDES EMPRESAS; da TRANSPARÊNCIA das INFORMAÇÕES das CONTRIBUIÇÕES; e dos BENEFÍCIOS FISCAIS CONCEDIDOS NESSA ÁREA, como já acontece em relação aos salários dos servidores públicos.

Para que a proposta de reforma obedeça ao Pacto Federativo e à autonomia dos Estados e dos Municípios, conforme pronunciamento à imprensa e para que não fique no mero discurso político, o Governo Federal deve: DEVOLVER aos entes federados as PERDAS TRIBUTÁRIAS DECORRENTES DA LEI KANDIR; AUDITAR e RENEGOCIAR suas dívidas SEM A COBRANÇA DE JUROS escorchantes; fortalecer o FUNDO DE PARTICIPAÇÃO DOS ESTADOS (FPE) e dos MUNICÍPIOS (FPM); e REPARTIR as CONTRIBUIÇÕES SOCIAIS, na BUSCA DO EQUILÍBRIO FISCAL JUSTO e FEDERATIVO, OBEDECENDO a CONSTITUIÇÃO FEDERAL.

Por estas razões, a FEBRAFITE continuará firme contra a Reforma da Previdência, que não é deficitária conforme já comprovado em vários estudos técnicos amplamente divulgados, apesar da retirada dos servidores estaduais e municipais.

O fortalecimento da cidadania é nossa busca constante, que se concretiza também na defesa da Previdência Digna para todos!

Brasília/DF, 22 de março de 2017.

Roberto Kupski
Presidente da FEBRAFITE

Associações Filiadas
AFEAP/AP; AAFFEPI/PI; AAFIT/DF; AAFRON/RO; AAFTEMA/MA; AAFTTEPE/PE; AFFEAM/AM; AFFEGO/GO; AFFEMAT/MT; AFFEMG/MG; AFFESC/SC; AFISGUAR/PR; AFISMAT/MT; AFISVEC/RS; AFISTES/ES; AFRAFEP/PB; AFRERJ/RJ; AFRESP/SP; AUDIFISCO/TO; ASFAL/AL; ASFARN/RN; ASFEB/BA; ASFEPA/PA; ASFIT/AC; AUDIFAZ/SE; AUDITECE/CE; FISCOSUL/MS; IAF/BA.

 
Fonte/Autoria: FEBRAFITE

 
Navegue pelo blog
Manchetes dos jornais locais nesta sexta-feira
Governo quer mudar regras para distribuição do ICMS
Confira as tarifas de hospedagem no TCA para Março e Abril
Operação Fim da Linha combate sonegação no transporte interestadual
Frente Estadual de Carreiras Típicas realiza sua primeira reunião
MP busca esclarecimentos da Sefaz sobre exercício irregular de funções
Sindifisco realiza duas assembleias na tarde de quinta-feira, 23
 
AFFEGO - Associação dos Funcionários do Fisco do Estado de Goiás
Rua Henrique Silva, Nº 312, Setor Sul, CEP 74.083-020 - Goiânia (GO) - Fone: 3218-5051