Você está aqui: Blog da Affego
-
   
Enviado em 05/10/2017 às 10h46min
 
 
• CLIPPING
Sindifisco é declarado Entidade Sindical de Utilidade Pública

Sindifisco




A declaração por lei da utilidade pública de nossa entidade trata-se de projeto da atual diretoria iniciado há cerca de quatro meses, período em que providenciou todas as certidões, declarações e demais documentos necessários para atender Lei n. 7.371/71, que trata das especificidades para declaração, como de utilidade pública, das entidades civis constituídas no Estado de Goiás.



 
Fonte/Autoria: Mariana Faria • Sindifisco

 
Enviado em 04/10/2017 às 13h15min
 
 
• GESTÃO
Confira o andamento das reformas no Hotel Termas Caldas Affego

Alexandro Lima

Recepção do Hotel ainda não está pronta, mas já é possível perceber mudanças

Arquitetos Leonardo Martins e Hanna Abrantes Queiroz mostram andamento das obras para sargento dos bombeiros
A execução da primeira fase das reformas empreendidas no Hotel Termas Caldas Affego já está concluída, afirma o arquiteto Leonardo Martins, da empresa Studio LH 15. “Pode-se dizer que 60% das obras gerais foram executadas, faltando apenas a parte de marcenaria”, que inclui a instalação do painel amaiderado na recepção, que terá a logo do Hotel; a finalização da parte de iluminação; a pintura geral do espaço; e o término das reformas nos banheiros da recepção, destaca Leonardo.

Dentro das melhorias, destaca-se adequação completa do Termas Caldas Affego às normas de segurança exigidas pelo Corpo de Bombeiros Militar (CBM) para concessão do Certificado de Conformidade (CERCON), antigo Alvará dos Bombeiros. Orçada em cerca de R$ 200 mil, a adaptação concedeu ao Hotel proteção completa contra incêndios, com sinalização e iluminação de emergência completa nos ambientes, alarme de incêndio, detectores de fumaça nos quartos e hidrantes pelos corredores.

Além desses ambientes coletivos, 28 apartamentos standard também recebem reparos que os habilitarão a entrar para a categoria “luxo” de acomodação. Troca de camas, televisores e aparelhos de ar condicionado já aconteceram em três apartamentos e espera-se que a adaptação nas demais suítes termine até o final de outubro.

Recepção

Mas a mudança mais evidente é vista com certeza na recepção do Termas Caldas Affego, que foi totalmente reformulada. Com base no levantamento arquitetônico e projeto de de reforma, arquitetura e interiores elaborado pela Studio LH 15, a paleta de cores do ambiente foi trocada, com adoção de cores claras que facilitam a propagação da iluminação e a ventilação natural.

“A premissa inicial, que norteou todo o projeto, foi a desconstrução do ambiente fechado”, ressaltou Leonardo Martins. Para conseguir isso, tirou-se ainda todo o forro de gesso que revestia o espaço, conseguindo um ganho em pé direito, bem como na propagação da iluminação direta do ambiente.

Foram instalados ainda revestimentos em 3D e espelhos nas pilastras da recepção, o que, além de modernizar o ambiente, aumentou a visibilidade para o hóspede. Com o término das obras, a recepção receberá igualmente uma TV LCD.

Outro ganho acontece na iluminação do espaço, que será feita em trilhos de spot, o que garante mobilidade para a iluminação, seja direta, focal ou não.

Todo o piso da recepção do Hotel também foi rebaixado para que sanar o que era uma das principais dificuldades dos hóspedes: acessibilidade. A melhoria na área será completa em dezembro, quando chegar o elevador que a Affego já adquiriu e está em fase de construção. O equipamento com capacidade para transportar 4 pessoas, ou até 300kg.

O cronograma inicial é que em um prazo de 20 a 30 dias tudo seja executado, incluindo a pintura da fachada externa e toda a composição do bar.

Fachada

Já as obras na fachada da área de lazer só terão início após o término das reformas internas. Para a fachada, será feito um revestimento em mosaico de vidro que imita o azulejo, substituindo o atual azul em textura que, com o desgaste causado pelo sol e pelas chuvas, perde sua tonalidade e acaba inibindo a fachada. “Para sanar esse problema propomos um revestimento bastante moderno em mosaico que vai renovar a fachada. Esse é um projeto mais longo que será entregue entre 2 ou 3 meses, porque envolve também a pintura do muro externo de toda edificação”, informa Leonardo Martins.


O resultado disso tudo o affegueano e o público geral poderão conferir em breve!


 
Fonte/Autoria: Alana Sales • ASCOM

 
Enviado em 03/10/2017 às 16h46min
 
 
• SEGUROS
Apólice de seguro da Affego tem valores atualizados

Thaíla Queiroga

Departamento de Seguros


O departamento de Seguros da Affego informa aos segurados que os valores da apólice já estão com seus valores atualizados. Os reajustes estão sendo feitos no mês de outubro com vencimento para novembro. Para mais informações entre em contato no telefone (62)3096-7619, falar com Leidy.


 
Fonte/Autoria: ASCOM

 
Enviado em 02/10/2017 às 14h31min
 
 
• MEMÓRIA
Affego lança caderno especial em parceria com O Popular

ASCOM

Caderno especial celebra os 55 anos de história da associação


Chegou sábado à residência de mais de 40 mil assinantes e em vários pontos de venda pela capital Goiânia, exemplares do caderno especial “Affego, 55 Anos”, uma publicação lançada pela Affego em parceria com o Jornal O Popular para celebrar o aniversário da Associação.

Com 8 páginas, o caderno é uma homenagem à história da entidade, traçando uma retrospectiva de seu início, falando do mês do auditor fiscal e destacando o grande patrimônio material e imaterial que possui a entidade – principalmente, o Hotel Termas Caldas Affego, o Clube Campestre em Trindade, e o Affego-Saúde.

CLIQUE AQUI para conferir a publicação na íntegra.



 
Fonte/Autoria: ASCOM

 
Enviado em 02/10/2017 às 14h17min
 
 
• CORO TERAPÊUTICO
Especialistas elogiam programa de Musicoterapia do Affego-Saúde

Alexandro Lima

O médico Renato Guimarães (de costas, na cadeira de rodas), e o público do Coger assistem a apresentação do Coro Terapêutico

As psicólogas Keyla Mota e Clédima Pereira Ludovico ficaram encantadas com a apresentação da musicoterapia
A nona edição do Congresso Centro-Oeste de Geriatria e Gerontologia (Coger) reuniu estudantes universitários e profissionais da medicina na Pousada dos Pirineus, em Pirenópolis, entre os dias 28 e 30 de setembro último. Um convidado muito especial foi o Coro Terapêutico da Affego Celuta Pacheco Miotto, que se apresentou no encerramento do primeiro ciclo de palestras do Coger, na noite do dia 28. Celebrando os sons da idade plena, o grupo formado pelos affegueanos ganhou o público do evento, sendo aplaudido de pé.

LEIA TAMBÉM: Coro Terapêutico é aplaudido de pé em apresentação em Pirenópolis

Estudantes, geriatras, psicólogos, musicoterapeutas e vários outros profissionais de saúde saudaram a iniciativa do Coro Terapêutico da Affego. Para os especialistas, acostumados a lidar diariamente com as enfermidades e os desafios ligados ao envelhecimento, a terapia pela música é uma maneira holística de tratar problemas como a depressão, a baixa autoestima e o isolamento vivido nessa faixa etária.

Eles elogiaram a Affego pelo programa de Musicoterapia, destacando que o projeto desempenha um importante papel.

“Melhora a saúde mental dos idosos, contribui para que eles socializem entre si, ajuda na formação de novas redes cognitivas e proporciona lazer para essas pessoas. Só traz benefícios”, destacou a geriatra Juliana Junqueira, presente no evento.

Para as psicólogas Keyla Mota de Souza e Clédima Pereira Ludovico de Almeida, também participantes do Coger, o principal mérito é justamente a possibilidade de socialização proporcionada pelo Coro Terapêutico. “Os idosos que chegam ao meu consultório trazem muito a questão social. Seus filhos vão indo embora, eles já não trabalham mais, vão ficando sozinhos e isso afeta na autoestima deles”, pontuou Keyla. Clédima reafirmou o depoimento da colega de profissão. “A maior queixa dos meus pacientes é o isolamento”.

Nesse sentido, a musicoterapia desempenha um importante papel de resgate social para o idoso, trazendo-o para o convívio com outras pessoas de sua mesma idade e de outras idades. “A gente percebe a necessidade desse momento de interação e o quanto isso valoriza o próprio envelhecer. Eu acho que é muito importante iniciativas como essa da Affego e eu queria dizer que vocês estão de parabéns. Gostaria de ver mais profissionais, associações e musicoterapeutas no mercado ajudando a gente dessa forma”, ressaltou Clédima.

Uma das figuras ilustres do Coger, o médico geriatra Renato Maia Guimarães, atual presidente da Academia de Medicina de Brasília e ex-presidente da Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia, ressaltou ainda o resgate da memória proporcionado pela música.

Autor do livro “Sinais e sintomas em Geriatria”, escrito em parceria com o também médico Ulisses Cunha, Renatoafirmou que a música “em grupo, permite a socialização, o intercâmbio de ideias, o resgate do valor pessoal, porque um coro geralmente viaja, faz apresentações em diferentes lugares, então tudo isso tem um efeito nos participantes. Além de tudo, já está comprovado que a música tem um impacto terapêutico muito grande, inclusive na memória. É um impacto na preservação da memória, porque ainda que as pessoas percam as palavras, a música, a sonoridade, elas são preservadas”.

A psicóloga Keyla Mota concorda. “A música traz uma recordação. É um momento terapêutico em que eles cantam, resgatam algumas lembranças. A música emociona, traz essa sensação de expressão de sentimento, então além da socialização existe essse trabalho que é de emoção, pôr a emoção pra fora”, refletiu a profissional.



 
Fonte/Autoria: Alana Sales • ASCOM

 
Enviado em 02/10/2017 às 14h13min
 
 
• MUSICOTERAPIA
Coro Terapêutico é aplaudido de pé em apresentação em Pirenópolis

Alexandro Lima

Coro Terapêutico da Affego Celuta Pacheco Miotto se apresenta no encerramento do primeiro dia de Coger


Eles marcaram o encerramento da primeira noite do IX Congresso Centro-Oeste de Geriatria e Gerontologia, no último dia 28, em Pirenópolis, e emocionaram o público composto por estudantes de medicina, médicos em atuação, psicólogos, musicoterapeutas, entre vários outros especialistas. Foi mais uma apresentação bem sucedida do Coro Terapêutico da Affego Celuta Pacheco Miotto, inaugurando seu repertório pela primeira vez fora de Goiânia em um evento ocorrido na Pousada dos Pirineus.

LEIA TAMBÉM: Especialistas elogiam programa de Musicoterapia do Affego-Saúde

Nenhum dos coristas fez questão de esconder a expectativa ao embarcar rumo a Pirenópolis na tarde do dia 28. O ônibus lotado levou os 32 coristas, mais os musicoterapeutas Diana Santana e Pedro Falcão, a psicóloga Tatyana Montenegro, coordenadora do programa de Musicoterapia e a equipe de Comunicação da Associação, que fez a cobertura completa da apresentação.

Entre o grupo estava também o presidente Wilmar Nunes Pinheiro, ele próprio membro do Coro Terapêutico e um de seus maiores entusiastas. Sobre o momento, Wilmar afirmou estar cheio de satisfação não apenas pelo reconhecimento do grupo, mas por perceber a felicidade dos colegas. “Estão todos felizes, animados, se sentindo reconhecidos, em destaque. Perceber que a Affego pode proporcionar isso aos seus associados é motivo de muita felicidade”, destacou o presidente.

De fato, o momento era deles. As affegueanas Fátima Elias Barbosa e Divina Augusta de Almeida Luz se disseram encantadas com toda a viagem. “É muito bom participar de algo assim ao lado dos nossos colegas. Isso revitaliza a gente, dá um incentivo a mais e eleva nossa autoestima. Nos sentimos reconhecidos”, declarou Fátima. Divina reforçou a afirmação da amiga. “É bom, né, participar de algo novo, ir até lugares diferentes. O coro revigora a gente”, ressaltou.

Pontualmente às 18h30, eles subiram ao palco do Coger e iniciaram a apresentação do repertório preparado com carinho para a ocasião. “Canção por Pirenópolis” foi a principal delas, homenageando a cidade onde acontecia o Congresso; mas também cantaram “Seresta”, “Chalana” e “Jardim da Fantasia”. Ao final de cada música, os aplausos e gritos de incentivo do público já indicavam que a aprovação era geral. Mas foi ao final da terceira canção, quando todos se levantaram para aplaudir o Coro de pé, foi que os affegueanos tiveram certeza do sucesso de sua apresentação.

“Quando vi o pessoal se levantar e nos aplaudir de pé, foi uma sensação sem igual”, relembra o aposentado Justino Ferreira Campos. A pensionista Iramaia Barbosa Garcez concordou. “Parecia um sonho ver todas aquelas pessoas aplaudindo a gente de pé, nos dando tantos parabéns. Foi muito especial”.

Terminada a apresentação, tanto os coristas quanto os participantes do Coger foram convidados a brindar juntos pelo sucesso da noite, que terminou em festa até altas horas na Pousada dos Pirineus graças ao ânimo e à comemoração dos affegueanos.



 
Fonte/Autoria: Alana Sales • ASCOM

 
Enviado em 28/09/2017 às 15h06min
 
 
• CLIPPING
Furtado participa do Confaz em Brasília

reprodução

João Furtado Neto


O secretário da Fazenda do Estado de Goiás, João Furtado Neto, participa hoje (28/09), em Brasília, de reunião do Comitê de Secretários da Fazenda. Essa reunião é uma prévia do Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz) que acontece amanhã (29/09). Entre os assuntos a serem discutidos, está a Lei Complementar nº160/2017 que determina a convalidação dos incentivos fiscais mediante assinatura de Convênio celebrado pelos Estados e DF em até 180 dias.

Em entrevista recente, João Furtado explicou que há uma incerteza quanto aos limites que serão impostos no convênio. “Goiás deve encaminhar posição a favor da vigência do convênio a partir da lei complementar para evitar aquilo que se está apregoando como uma continuação da guerra fiscal”, afirmou. Para o secretário, as regras definidas pela lei complementar já devem ser observadas pelos Estados. “ Em Goiás, por uma questão de segurança jurídica dos nossos empresários, não estamos mais alargando nem concedendo nenhum incentivo novo em descompasso com a lei complementar”, disse.

Além do secretário, participam das reuniões o superintendente de Política Tributária, Cícero Rodrigues, e as auditoras Lourdes Augusta Nobre da Silva e Maria Carneiro, da Assessoria Técnica de Representação no CONFAZ e Relações Federativas.


 
Fonte/Autoria: Comunicação Setorial - Sefaz​

 
 

Colaboradores do Affego-Saúde fazem curso de capacitação em atendimento

Nota de falecimento

Prefeito e secretários de Alto Horizonte recebem formação em Educação Fiscal

Colegas falam sobre a homenagem da Alego ao auditor fiscal

Auditores Fiscais recebem homenagem na Assembleia Legislativa

Auditores serão homenageados na Assembleia

Receita libera 4º lote de restituição do Imposto de Renda


AFFEGO - Associação dos Funcionários do Fisco do Estado de Goiás
Rua Henrique Silva, Nº 312, Setor Sul, CEP 74.083-020 - Goiânia (GO) - Fone: 3218-5051